O que é Cistina? – Função, Benefícios e Alimentos Ricos nesse Aminoácido

A cistina (L-cistina) foi descoberta por William Hyde Wollaston em 1810, quando Wollaston conseguiu isola-la a partir de um calculo de bexiga. Durante quase 90 anos este aminoácido que contem enxofre não foi considerado como constituinte das proteínas até que o sueco Karl Axel Hampus Mörner quase simultaneamente com o alemão Gustav Georg Embden conseguiram isolar ela a partir dos produtos da hidrólise ácida de um chifre no final dos anos de 1890.

Em 1903, Richard August Carl Emil Erlenmeyer conseguiu sintetizar este aminoácido e , em 1905, Embden descobriu sua estrutura química.
estrutura quimica cistina formula
Estrutura química cistina

Síntese de Obtenção da Cistina


As melhores fontes de L-cistina são o pelo, cifre e a lã. O pelo é submetido à hidrólise ácida, após passar por uma lavagem e extração com solventes purificadores frios. O hidrolisado ácido é descolorido com carvão ativado, e neutralizado com hidróxido sódio até o pH 4,0.

Por resfriamento, se obtém a cistina bruta cristalizada, que é recuperada e dissolvida em HCl 3N e, ajustada até pH 4,0, para depois se separar a cistina, e a obtê-la em estado cristalino .

Uma das melhores sínteses para se obter a DL-cistina (cistina racêmica) é o método de John L. Wood e Vincent du Vigneaud que desenvolvido no final dos anos 30. Nesse método, o éster ftalimidomalônico reage com o cloreto de benzenotiol metílico para formar o éster S- benzenotiolmetilftalimidomalônico.

Este último composto é hidrolisado com hidróxido de sódio em S-benzilcisteína e o produto resultante é tratado com sódio em amônia líquida. Como resultado disso, é obtida DL-cisteína, que é oxidada em DL-cistina com cloreto férrico.

Função e Beneficio da Cistina


Antes da descoberta da metionina, a cistina era considerada como um dos aminoácidos essenciais na nutrição humana e animal, sendo que quando se estabeleceu que a metionina era indispensável, se observou que a cistina possui uma ação que permite ao organismo economizar a metionina na dieta.

A cistina é um constituinte da glutação, um tripeptídeo que desempenha um importante papel nos processos de oxido-redução nos tecidos. A cistina é considerada um aminoácido que tem uma importante função nos mecanismos de desintoxicação. Este aminoácido que contem enxofre é abundante nas proteínas córneas encontradas na lã, no pelo, nas unhas, nos cascos e na insulina, que é um hormônio.

Além disso, a cistina também tem como beneficio que ela pode ajuda a criar antioxidantes no organismo e ajudar na saúde do cabelo.

Alimentos Ricos em Cistina


A cistina é a forma dímero oxidada do aminoácido cisteína e é considerada nutricionalmente equivalente à cisteína.

Sendo os seguintes alimentos ricos nesse aminoácido: carne de porco, carne de boi, frango, peixe, lentilhas, aveia, ovos, iogurte desnatado, sementes de girassol e queijo. A ingestão diária recomendada de cistina é algo em torno de 4,1 mg por quilograma de peso corporal.

Referências



Sobre o autor


Pedro Coelho Olá meu nome é Pedro Coelho, eu sou engenheiro químico, engenheiro de segurança do trabalho e Green Belt em Lean Six Sigma. Além disso, também sou técnico em informática, e em parte de minhas horas vagas me dedico a escrever artigos aqui no ENGQUIMICASANTOSSP, para ajudar estudantes de Engenharia Química e outros cursos. Se você acha legal esse projeto, siga-nos através de nossas paginas nas redes sociais e ajude-nos a divulgar essa ideia, compartilhando com seus amigos as nossas postagens.

0 Comentários de "O que é Cistina? – Função, Benefícios e Alimentos Ricos nesse Aminoácido "

Os comentários são sempre bem vindos, pois agregam valor ao artigo. Porém, existem algumas regras na Política de Comentários, que devem ser seguidas para o seu comentário não ser excluído:
- Os comentários devem estar relacionados ao assunto do artigo.
- Jamais faça um comentário com linguagem ofensiva ou de baixo calão, que deprecie o artigo exposto ou que ofenda o autor ou algum leitor do blog.
- Não coloque links de sites ou blogs no corpo do texto do comentário. Para isso, assine com seu Nome/URL ou OpenID.
-Não coloque seu email e nem seu telefone no corpo do texto do comentário. Use o nosso formulário de contato.
- Se encontrar algum pequeno erro na postagem, por favor, seja bem declaro no comentário, pois a minha bola de cristal não é muito boa.
- Tem vezes que eu demoro pra responder, mas quase sempre eu respondo.
- Não seja tímido, se você tem alguma duvida ou sabe de algo mais sobre o assunto abordado no artigo, comente e compartilhe conosco :)

Back To Top