-->

Ponesimod (Ponvory) - Medicamento para Esclerose Múltipla

O Ponesimod (Ponvory) é um modulador do receptor de esfingosina 1-fosfato que pode ser usado para tratar adultos com formas recorrentes de esclerose múltipla (EM), incluindo síndrome clinicamente isolada, doença recorrente-remitente e doença progressiva secundária ativa.

ponesimod ponvory esclerose multipla
Frasco de Ponesimod (Ponvory)

Essa medicação é um medicamento de prescrição oral que pode ser usado uma vez por dia para o tratamento de formas ativas de Esclerose Múltipla (EM).

Comentários sobre a postagem


Essa postagem não foi sugerida por ninguém, mas como estou vendo que os meus queridos leitores estão curtindo esses artigos, eu resolvi continuar essa série de artigos para a alegria do pessoal. Como é de praxe, esse artigo não tem tanta relação com a engenharia química, mesmo possuindo uma formula química meio complexa: C23H25ClN2O4S.

Estrutura química do Ponesimod (Ponvory)
Estrutura química do Ponesimod (Ponvory)

Eu espero que esse artigo seja de grande ajuda para a turma da área da saúde e para as pessoas que fazem o uso (ou vão fazer) desse medicamento.

Boa leitura pessoal :)

Estudo comparando o ponesimod com a teriflunomida


Um grande estudo envolvendo 1.133 adultos com formas recorrentes de esclerose múltipla mostrou que o ponesimod foi mais eficaz do que a teriflunomida na redução do número de recidivas (surtos).

Após dois anos de tratamento, o número médio de recidivas por ano em pacientes que tomaram ponesimod foi de 0,2 em comparação com 0,3 em pacientes que tomaram teriflunomida. O número médio de recidivas em um ano foi reduzido em cerca de um terço nos pacientes que tomaram ponesimod em comparação com os pacientes que tomaram teriflunomida.

Mecanismo de Ação do Ponesimod (Ponvory)


A esclerose múltipla é uma doença do cérebro e da medula espinhal na qual o sistema imunológico (as defesas naturais do corpo) ataca incorretamente a bainha de mielina protetora que fica redor dos nervos e também os próprios nervos do cérebro e da medula espinhal.

A substância ativa do Ponvory, o ponesimod, bloqueia as células T e as células B (dois tipos de glóbulos brancos envolvidos no sistema imunitário) no interior dos gânglios linfáticos.

O Ponesimod faz isso ligando-se a um alvo (receptor), denominado receptor da esfingosina-1-fosfato, na superfície das células T e B, de que as células precisam para deixar os nódulos linfáticos. Ao bloquear essas células nos gânglios linfáticos, o ponesimod impede que elas se desloquem em direção ao cérebro e à medula espinhal, limitando assim os danos que causam em pacientes com esclerose múltipla.

Uso do Ponesimod (Ponvory)


Antes de iniciar o tratamento, os pacientes devem ser alertados sobre o risco de infecções, bradiarritmia, atrasos na condução atrioventricular, diminuição da função respiratória, lesão hepática, aumento da pressão arterial, malignidades cutâneas, dano fetal e edema macular.

O ponesimod é uma medicação que está disponível em comprimidos. Durante as primeiras duas semanas, o paciente toma comprimidos uma vez ao dia com a dose inicial de 2 mg que vai aumentando de pouquinho em pouquinho até 10 mg, que é a dose final dos últimos dias da segunda semana. Após essas duas semanas, o paciente toma um único comprimido de 20 mg uma vez ao dia.

Esse medicamento só pode ser obtido mediante receita médica. O tratamento é iniciado sob a supervisão de um médico com experiência no tratamento da esclerose múltipla. Para mais informações, o paciente deve contatar o seu médico.

Efeitos colaterais do Ponesimod (Ponvory)


Os efeitos colaterais mais frequentes do posenimod (que podem afetar mais de 1 em cada 10 pessoas) são as infecções do nariz e da garganta e aumento dos níveis das enzimas hepáticas. Essa medicação possui efeitos colaterais bem semelhantes aos observados nos medicamentos da mesma classe e são considerados controláveis.

O posenimod é contraindicado em pacientes que tiveram recentemente certos problemas cardíacos (ou acidente vascular cerebral) e em pacientes com problemas de ritmo cardíaco, sistema imunológico gravemente enfraquecido, infecções graves ou de longa duração, câncer ou problemas hepáticos moderados ou graves.

Essa medicação também não deve ser usada durante a gravidez ou por mulheres que possam ter filhos e que não estejam usando métodos contraceptivos eficazes.

Referências



Sobre o autor


Pedro Coelho Olá meu nome é Pedro Coelho, eu sou engenheiro químico, engenheiro de segurança do trabalho e Green Belt em Lean Six Sigma. Além disso, também sou técnico em informática, e em parte de minhas horas vagas me dedico a escrever artigos aqui no ENGQUIMICASANTOSSP, para ajudar estudantes de Engenharia Química e outros cursos. Se você acha legal esse projeto, siga-nos através de nossas paginas nas redes sociais e ajude-nos a divulgar essa ideia, compartilhando com seus amigos as nossas postagens.

1 Comentários de "Ponesimod (Ponvory) - Medicamento para Esclerose Múltipla"

Obgg por sua dedicação 👏👏👏🎗

Os comentários são sempre bem vindos, pois agregam valor ao artigo. Porém, existem algumas regras na Política de Comentários, que devem ser seguidas para o seu comentário não ser excluído:
- Os comentários devem estar relacionados ao assunto do artigo.
- Jamais faça um comentário com linguagem ofensiva ou de baixo calão, que deprecie o artigo exposto ou que ofenda o autor ou algum leitor do blog.
- Não coloque links de sites ou blogs no corpo do texto do comentário. Para isso, assine com seu Nome/URL ou OpenID.
-Não coloque seu email e nem seu telefone no corpo do texto do comentário. Use o nosso formulário de contato.
- Se encontrar algum pequeno erro na postagem, por favor, seja bem claro no comentário, pois a minha bola de cristal não é muito boa.
- Tem vezes que eu demoro pra responder, mas quase sempre eu respondo.
- Não seja tímido, se você tem alguma duvida ou sabe de algo mais sobre o assunto abordado no artigo, comente e compartilhe conosco :)

Back To Top