-->

Processo de produção do gim (gin)

O gim (ou gin) é uma bebida alcoólica que é produzida pela destilação de grãos fermentados e uma série de outros ingredientes botânicos, um dos quais, por lei, deve ser o zimbro. O gim é essencialmente etanol puro, ou vodka sem sabor, aromatizado por redestilação com uma variedade de ingredientes naturais.

processo produção gim gin

Os fabricantes de gim produzem o gim infundindo um álcool neutro com ingredientes botânicos durante o processo de destilação. Além disso, os ingredientes botânicos usados no processo podem ser cascas de frutas cítricas (especialmente casca de limão e laranja amarga), raiz de alcaçuz, raiz de angélica, raiz de orris, cardamomo, anis, coentro e canela.

Atualmente existem vários tipos diferentes de gin, incluindo Old Tom, Plymouth, Genever e London Dry, e uma grande variedade de coquetéis como gim-tônica (ou gin tónico), Tom Collins e o French 75. O teor alcoólico do gim costuma variar entre 37,5% e 50%, dependendo da marca.

História do Gim


A história do gim está inextricavelmente ligada ao Reino Unido, mas essa bebida foi criada pelos holandeses, sendo mencionada pela primeira vez em uma publicação holandesa de 1269, que fala sobre o uso de bebidas a base de zimbro (planta medicinal).

bagas de zimbro
Bagas de zimbro: as bagas de zimbro têm um sabor amadeirado semelhante ao do pinho. Esse ingrediente botânico é o único ingrediente necessário para que o licor seja considerado gim, e geralmente é adicionado durante o processo de destilação.

Em meados do século 17, vários destiladores holandeses popularizaram a redestilação da aguardente de malte com zimbro e outras especiarias, incluindo anis e cominho (para mascarar o mau sabor da aguardente), que eram vendidos em farmácias e usados para tratar uma série de problemas médicos.

A partir de então, o gim começou a construir uma história de uso medicinal, principalmente pela Marinha Real, que usavam ele misturado com limão para deter o escorbuto e acalmar o estômago durante as viagens de navio.

antigo anuncio gim gin medicamento
Antigo anúncio de um gim que era usado como medicamento

A chegada do gim à Inglaterra em meados do século 17 resultou da descoberta do genebra pelas tropas britânicas estacionadas na Holanda, que viram os soldados holandeses beberem o licor com sabor de zimbro para levantar o moral antes de partir para a batalha durante a Guerra dos Trinta Anos. Foi nessa época que o termo "Coragem Holandesa" foi criado.

Eventualmente, os ingleses levaram dos holandeses a ideia de fazer e beber de volta para a Inglaterra. A combinação de um rei holandês recém-coroado beber gim e a facilidade de produção desta bebida deu ao gim uma firme posição com os consumidores ingleses.

Em 1690, o consumo de gim aumentou significativamente após a aprovação da Lei de Destilação, que foi uma lei que permitia a produção não licenciada de bebidas alcoólicas, e aumentava severamente as taxas impostas a todas as bebidas alcoólicas importadas, como por exemplo o conhaque francês.

Após um certo tempo, milhares de lojas de gim começaram a surgir em Londres em um período que ficou conhecido como “Loucura do gim” e, por causa dos preços baixos, começaram a ser consumidos regularmente pelos pobres.

loucura gim gin
A loucura do gim foi um período em que havia londrinos que literalmente bebiam até morrer 

Isso acabou fazendo com que o parlamento aprovasse leis para regular a produção de gim em alambiques e, ao longo do tempo, os estilos posteriores de gim tornaram-se distintamente diferentes dos holandeses ou belgas (jenevers ou genevers) que evoluíram de destilados de vinho de malte.

A subsequente invenção e desenvolvimento da coluna de destilação tornou bem mais prática a destilação de bebidas alcoólicas neutras, e levou a criação do gim London Dry, que veio à tona no final do século XIX.

Atualmente, o gim é uma bebida destilada bem popular entre os jovens, que tem o hábito de consumir essa bebida nas baladas. Além disso, essa bebida deixou a sua marca em quase todos os países do mundo que consomem álcool.

Processo de produção do Gim


O processo de produção do gim é feito de forma semelhante à vodka, com o álcool neutro sendo o etanol altamente concentrado, que por lei deve ser de origem agrícola.

Normalmente, o álcool do gim é produzido a partir de grãos, mas alguns produtores de gin usam etanol de uvas, mel, maçãs, beterrabas, cenouras, batatas, sacarina ou melaço. No entanto, a grande maioria dos produtores preferem os destilados de grãos, pois dão ao gim uma textura mais firme, enquanto os destilados à base de melaço podem dar uma impressão de maciez e doçura.

ingredientes gim gin

Ingredientes que podem ser usados na produção do gim, juntamente as bagas de zimbro que são necessárias para produção do gim


Os fabricantes de gim geralmente seguem as seguintes etapas básicas para produzir um bom gim:

Combinação dos ingredientes básicos


Para fazer uma base fermentável, os fabricantes de gim misturam grãos secos e preparados (como por exemplo, milho em flocos, centeio, cevada, e trigo) com água e fermento (saccharomyces cerevisiae). Em seguida, aquecem e mexem a mistura para garantir que está mistura esteja bem combinada e pronta para fermentar.

Fermentação da mistura base


Nessa etapa, a mistura base é armazenada por um determinado período de tempo, que geralmente pode variar entre uma ou duas semanas, para fermentar totalmente a mistura. Durante essa etapa, os compostos começam a se decompor e a produzir um álcool simples (etanol).

Coando a mistura


Uma vez que a fermentação está completa, os fabricantes de gim retiram o líquido dos sólidos fermentados. Eles descartam os sólidos e apenas usar o líquido (etanol) para fazer gim.


Destilação


A destilação é um processo que purifica um líquido ao aquecê-lo e vaporizá-lo e, em seguida, coletar o vapor à medida que ele se condensa novamente em um líquido. O líquido resultante é um líquido que tende a ser bem mais puro e com um teor alcoólico bem maior.

Colunas destilação processo produção gim gin

Colunas de destilação usadas no processo de produção do gim



Geralmente, os fabricantes de gins adotam abordagens diferentes para a destilação, sendo que alguns podem destilar apenas uma ou duas vezes, enquanto outros podem exigir destilação e redestilação muitas vezes para se ter obter um destilado bem mais puro.

Além disso, eles também podem adicionar produtos botânicos em vários estágios do processo, sendo que alguns embebam a mistura com etanol antes ou entre as destilações. Outros adicionam botânicos durante a destilação com um destilador especial.

Os fabricantes de gim podem usar três técnicas de destilação para purificar seu etanol e infundir botânicos no produto, sendo que dentre essas técnicas estão:

Embeber: Nesse método, o destilador mistura o etanol e os vegetais em uma vasilha (recipiente de metal) situado sobre uma fonte de calor, para impregnar bem os botânicos na bebida alcoólica. Além disso, dependendo do perfil de sabor que o destilador deseja atingir, eles podem remover os botânicos prontamente ou deixá-los em infusão por até 48 horas.

Infusão de vapor: Este método envolve um destilador modificado conhecido como destilaria Carter-head, que é equipado com uma cesta suspensa. Essa cesta contém os botânicos e fica suspensa sobre a superfície da bebida base. Quando o álcool é aquecido na destilaria, os vapores do etanol sobem para a cesta botânica. Esta etapa permite que os botânicos liberem seus óleos essenciais nos vapores, que então se reliquificam, carregando os sabores botânicos com eles.

Destilação a vácuo: Esse método é conhecido como destilação a frio, pois essa técnica requer um ambiente de vácuo, o que reduz significativamente o ponto de ebulição do etanol. Existem alguns fabricantes de gim que defendem firmemente este método afirmando que sem calor extremo, os sabores dos vegetais permanecem intactos.

Também existem alguns destiladores que usam os métodos de maceração e infusão de vapor e misturam cada produto acabado para fazer um gin composto.

Recolher e classificar o produto


Nessa etapa, o líquido produzido após a destilação não é mais o mesmo pois, conforme se destila o etanol, o líquido resultante muda. Os primeiros 35% de uma destilação resultam em um produto de etanol que contém metanol (ou acetona) e pode ser altamente tóxico e volátil, logo os destiladores descartam essa parte toxica.

Os 30% a seguir é a melhor parte do destilado e a mais utilizável. Já os 35% finais é a parte impura, que pode ser mantida e redestilada para se obter um pouco mais de produto.

Diluição


Na diluição, o gim é diluído até atingir o teor de álcool desejado testando o álcool por volume (APV) e adicionando água gradualmente. Nesta etapa, os destiladores que fazem licor de gim podem adicionar aromatizantes ou açúcar adicionais para criar produtos como gim de abrunho, gim rosa ou gim de ruibarbo.

Envasamento


Nessa etapa final, o gim passa pelo processo de envasamento, no qual os produtores de gim adicionam o produto final às garrafas rotuladas.

envasamento de garrafas gim gin
Envasamento de garrafas de gim

Referências



Sobre o autor


Pedro Coelho Olá meu nome é Pedro Coelho, eu sou engenheiro químico, engenheiro de segurança do trabalho e Green Belt em Lean Six Sigma. Além disso, também sou técnico em informática, e em parte de minhas horas vagas me dedico a escrever artigos aqui no ENGQUIMICASANTOSSP, para ajudar estudantes de Engenharia Química e outros cursos. Se você acha legal esse projeto, siga-nos através de nossas paginas nas redes sociais e ajude-nos a divulgar essa ideia, compartilhando com seus amigos as nossas postagens.

0 Comentários de "Processo de produção do gim (gin)"

Os comentários são sempre bem vindos, pois agregam valor ao artigo. Porém, existem algumas regras na Política de Comentários, que devem ser seguidas para o seu comentário não ser excluído:
- Os comentários devem estar relacionados ao assunto do artigo.
- Jamais faça um comentário com linguagem ofensiva ou de baixo calão, que deprecie o artigo exposto ou que ofenda o autor ou algum leitor do blog.
- Não coloque links de sites ou blogs no corpo do texto do comentário. Para isso, assine com seu Nome/URL ou OpenID.
-Não coloque seu email e nem seu telefone no corpo do texto do comentário. Use o nosso formulário de contato.
- Se encontrar algum pequeno erro na postagem, por favor, seja bem claro no comentário, pois a minha bola de cristal não é muito boa.
- Tem vezes que eu demoro pra responder, mas quase sempre eu respondo.
- Não seja tímido, se você tem alguma duvida ou sabe de algo mais sobre o assunto abordado no artigo, comente e compartilhe conosco :)

Back To Top