-->

Cianeto de Potássio – Pílula da morte usada pelos criminosos de guerra

O cianeto de potássio (também conhecido como cianureto de potássio) é um composto altamente toxico que foi usado em formato de pílula por vários criminosos de guerras e civis inocentes para cometer suicídio.

Nessa postagem, eu estou falando de maneira simples sobre o cianureto de potássio e o seu uso na extração minérios, a sua toxicidade e os casos polêmicos envolvendo esse veneno extremamente perigoso.

cianeto-potassio-pilula-morte

Advertência aos leitores depressivos


Devido ao aumento do número de suicídios que tem ocorrido no Brasil, eu venho advertir os leitores aos quais vieram acessar essa postagem pensando em fazer besteira com a própria vida, por favor, me escutem e não joguem a sua vida no lixo, pois as consequências são catastróficas para vocês, e para todas as pessoas que te amam.

nao suicidio cianeto potassio


Eu amo muito vocês e sei que não é fácil lida com a depressão e com as nossas crises internas, pois eu também já passei por isso e sei que não é fácil vencer, mas fiquem tranquilos, vocês tem o poder para perseverar e vencer isso. 

Primeiramente, eu aconselho vocês a conversarem mais com as pessoas mais achegadas e não há ficarem prisioneiros de redes sociais, que mostra um mundo ideal que na verdade é uma mentira, pois ninguém gosta de fica tirando foto de seus problemas e de seus boletos nas redes sociais. Além disso, também não se isole do mundo ficando preso no vicio dos jogos online.

O suicídio é algo que destrói uma ou mais famílias inteiras e ainda traz consequências para outras pessoas próximas a essa pessoa. Além disso, também tem a parte espiritual, pois alma de uma pessoa que comete tal ato vai para um local de tortura que pode ser eterno ou não, pois na realidade não sabemos ao certo.

Segundo algumas crenças cristãs a alma vai para inferno que pode ser eterno ou não dependendo da crença. Já segundo a tradição judaica, a alma vai para o que eles chamam de Gehinom que é um local de tortura e punição que não é eterno, sendo este local bem parecido com o Jahannam, o inferno islâmico. Além disso, também temos o Umbral que é o local de punição segundo o espiritismo, que é um local pavoroso cheio de espíritos atormentados. 

Esses locais citados acima são bem piores que os problemas que vocês estão passando. Por favor, não façam besteira e busquem a Deus através da oração, pois o Deus todo poderoso nos ama muito e nos ajuda vencer o monstro da depressão. Além disso, procure uma casa de oração, pois lá tem irmãos que vão te ajudar muito a fortalecer a sua fé que anda enfraquecida.

Não se isole do mundo e sempre ande com pessoas que querem o seu bem. Evite andar com gente negativa que só sabe te jogar para baixo. Agora, após ter lido essa advertência abençoada, vocês podem continuar lendo está postagem :)

Entendendo o que são os cianetos

O cianeto faz parte de uma classe de compostos de carbono que contem o grupo aniônico :C≡N:-. Os íons de cianeto são extremamente tóxicos porque se ligam de uma maneira meio que quase irreversivelmente ao íon ferro (III) da citocromo oxidase, que é uma enzima-chave nos processos metabólicos.

O cianeto de hidrogênio, por exemplo, tem o cheiro de amêndoas amargas e é o mais perigoso dos cianetos devido a sua volatilidade, pois o seu ponto de ebulição é de cerca 26°C bastando alguns décimos percentuais de HCN em volume no ar para provocar a morte em minutos. 

O cianeto de hidrogênio pode ser preparado tratando o cianeto de potássio ou cianeto de sódio com algum ácido, que no caso do exemplo de reação abaixo é o ácido clorídrico:

reaçao cianeto potassio acido cloridrico cianidrico
Reação do cianeto de potássio com ácido clorídrico forma o ácido cianídrico que é chamado assim quando está em solução aquosa
O ácido formado pela reação acima é um ácido bem fraco (Ka = 4,9 x 10-10), sendo que a maior parte do HCN produzido nesta reação está na sua forma não ionizada e sai da solução na forma de cianeto de hidrogênio gasoso.

Por causa disso, nunca se deve misturar ácidos com cianeto de metais em laboratório sem ventilação adequada, sendo que o mais adequado seria fazer esse tipo de reação em uma capela de laboratório, pois o gás resultante é extremamente tóxico, e além disso, esse gás já foi abordado na postagem sobre o gás da morte.

Uso do Cianeto de potássio

Como outros os sais de cianeto, os íons do cianureto de potássio são usados na extração minérios como o do ouro e da prata. Embora estes metais se encontrem na natureza normalmente em uma forma não combinada, eles podem estar presentes em minérios de outros metais em concentrações relativamente pequenas e são mais difíceis de extrair. 

Em um típico processo de extração do ouro, o minério triturado é tratado com uma solução aquosa de cianeto na presença de ar para dissolver o ouro formando um íon complexo solúvel [Au(CN)2 ]- :

Reaçao ouro ion cianeto

O íon complexo [Au(CN)2 ]- (junto com algum cátion, como K+) é separado de outros materiais insolúveis por filtração e é tratado com um metal eletropositivo, como o zinco, para recuperar o ouro:

reaçao extraçao ouro cianeto

A figura abaixo mostra uma vista aérea de um lago de cianeto usado na extração de ouro:

lago cianeto extraçao ouro
Lago de cianeto para a extração do ouro de um minério de metal

Toxicidade do Cianureto de Potássio

Como já vimos acima, o cianureto de potássio e os outros cianuretos são poderosos venenos celulares, embora existam em quantidades bem baixas em nosso organismo. De atuação rápida, podem provocar a morte de um individuo em segundos, quando em doses elevadas. 

Uma pessoa pode ser exposta ao cianeto de várias maneiras, sendo por envenenamento ou suicídio. A ingestão de sais de cianeto como cianeto de potássio (ou sódio) é comum na natureza, pois eles podem ser encontrados naturalmente em plantas (aminoglicosídeos cianogênicos ) e a ingestão desses compostos origina o cianeto no organismo. 

Alimentos como batata, tomate, mandioca, amêndoas entre outros, podem ser as fontes do cianeto presente no organismo. 

No entanto, a quantidade presente nos alimentos é bem baixa. Já a quantidade presente na fumaça liberada pelos automóveis, gases liberados por incineradores e a combustão de materiais como plástico, acaba liberando mais cianeto na atmosfera. 

Devido a isso, a exposição aos cianetos hoje em dia acaba sendo algo inevitável, para muitos organismos vivos, incluindo o homem, que acabaram desenvolvendo mecanismos que lhes permitem fazer a desintoxicação deste composto, através de sua combinação com o enxofre para formar tiocianato, que é menos toxico e é eliminado pela urina. 

No entanto, quando a quantidade de cianeto for superior àquela que o organismo é capaz de eliminar por mecanismos naturais de desintoxicação, acaba ocorrendo o envenenamento que pode até levar o organismo a óbito. 

Em nosso organismo, o cianeto se distribui rapidamente pelas células transportadoras de oxigênio, isto é, os glóbulos vermelhos; e pelos tecidos. Assim, inibe a função de enzimas que estão envolvidas na produção de energia e indiretamente na utilização de oxigênio por parte das células. 

Órgãos vitais como cérebro e o coração são particularmente os mais afetados, pois requerem muita energia e tem uma capacidade limitada de suportar transtornos. Sendo assim, o cianeto pode causar morte por falha cardíaca ou respiratória.

Os sintomas característicos de intoxicação por cianeto podem surgir como: dor de cabeça, fraqueza, alterações do paladar e do olfato, irritação da garganta, ansiedade, entre outros. 

Além disso, a ligação do cianeto às enzimas pode ser quebrada, tornando a desintoxicação possível através da ministração de antídotos adequados, como o nitrito de sódio e o tiossulfito de sódio. 

Em caso de ingestão recente de cianeto, se recomenda fazer uma lavagem gástrica e o uso de carvão ativado para desintoxicar o organismo.

Morte dos criminosos de guerra e de alguns cientistas

Na história da humanidade não foram apenas cientistas brilhantes como Alan Turing e Viktor Meyer que se mataram usando cianuretos. Também houve o triste caso do suicídio coletivo de Jonestown que ocorreu em novembro de 1978, aonde mais de 900 pessoas vieram a obtido usando esse veneno. 

Falando em criminosos de guerra, Hitler quando se viu cercado pelos Soviéticos pensou em se matar usando esse veneno antes de se render à União Soviética. 

No entanto, ele se matou de outro e jeito, e quem se matou usando as pílulas de cianeto de potássio  fornecida pelo comandante da SS Heinrich Himmler foi sua companheira Eva Braun e vários nazistas importantes, como Heinrich Himmler, Hermann Göring, Philipp Bouhler e Martin Bormann que cometeram suicídio usando pílulas letais contendo uma solução de sais de cianeto. 

Além dos nazistas, ocorreram outros casos de suicídio parecidos em outras guerras como a Guerra Civil do Sri Lanka e a Guerra da Bosnia, onde em novembro de 2017 o criminoso de guerra croata Slobodan Praljak se suicidou com uma pílula de cianureto de potássio após ouvir a sua sentença no tribunal.

Rasputin – O homem imune ao cianureto de potássio?

O russo Grigori Yefimovich Rasputin foi um monge místico curandeiro que entrou para a história com o apelido de “monge louco”, pois ele apresentava um comportamento bem indecente e incontrolável que incomodava muito a família real russa que teve bastante trabalho para acabar com ele.

foto grigori yefimovich rasputin image
Foto de Grigori Yefimovich Rasputin

A morte dele ocorreu na noite de 29 de dezembro de 1916 e não foi pelo cianureto, ela ocorreu após ele ter aceitado o convite de Félix Yussupov e de outros nobres que o convidaram para uma ceia no Palácio de Moikaque que era uma das propriedades do príncipe. 

Algo que Rasputin não sabia, é que aquilo era uma armadilha, pois lhe ofereceram bolo e vinho envenenados com cianeto de potássio, mas ele resistiu ao veneno como se os alimentos não tivessem envenenados. 

Até que chegou uma hora, que Yussupov disse “já chega” e deu um tiro nas costas de Rasputin que tombou. Mas, para a surpresa dos nobres, Rasputin se levantou e agarrou o príncipe, tentando estrangulá-lo dizendo para ele, “Seu menino ruim” com um olhar desvairado. 

Os companheiros de Yussupov vieram em seu socorro, com uma rajada de tiros e facadas. Rasputin caiu gemendo, mas ainda vivo. Finalmente, o enfiaram num saco, que foi amarrado e jogado nas águas gélidas do rio Neva.

Após ver essa historia acima, a pergunta que não quer calar, é como Rasputin não foi afetado pelo cianeto de potássio?


É sabido que o corpo pode desenvolver uma imunidade natural ou tolerância a algumas substâncias bem tóxicas, administrando doses muito pequenas por um período de tempo. 

No entanto, não é possível desenvolver imunidade ao cianeto, como alguns outros venenos como veneno de cobra, ricina, opiáceos, entre outros. Sendo praticamente impossível criar uma tolerância natural ao cianeto usando esse método. 

A segunda teoria é que Rasputin apresentava gastrite alcoólica, o que pode levar a ter menos ácido estomacal. Sendo que sem ácido no estômago, o cianeto de potássio não pode ser convertido em cianeto de hidrogênio e, portanto, é consideravelmente menos tóxico. Sendo essa explicação bem plausível, mas ninguém sabe realmente se Rasputin sofria disso ou não. 

Uma terceira teoria bem estranha é que pessoal que tentou envenena ele, sem querer, deu a ele o antídoto junto com o veneno. Pois estudos com ratos, mostraram que os ratos que são alimentados com açúcar com cianeto se saem muito melhor do que aqueles alimentados com cianeto sem açúcar. 

No entanto, essa teoria que diz que o açúcar se liga ao cianeto de uma maneira que permita sua excreção antes que possa ser totalmente absorvido pelo organismo, não pode ser comprovada. Embora vemos que os assassinos podem ter escolhido mal quando escolheram entregar o cianeto em bolos açucarados e vinho. 

A última teoria é que Yusupov deve ter inventado tudo isso e Rasputin foi simplesmente baleado logo depois de chegar ao palácio por uma pessoa ou pessoas desconhecidas. Sendo isso algo que deve estar mais próximo a realidade. No entanto, a história de um monge resistente a um veneno mortal é bem mais interessante, né.


Referências


Sobre o autor


Pedro Coelho Olá meu nome é Pedro Coelho, eu sou engenheiro químico, engenheiro de segurança do trabalho e Green Belt em Lean Six Sigma. Além disso, também sou técnico em informática, e em parte de minhas horas vagas me dedico a escrever artigos aqui no ENGQUIMICASANTOSSP, para ajudar estudantes de Engenharia Química e outros cursos. Se você acha legal esse projeto, siga-nos através de nossas paginas nas redes sociais e ajude-nos a divulgar essa ideia, compartilhando com seus amigos as nossas postagens.

6 Comentários de "Cianeto de Potássio – Pílula da morte usada pelos criminosos de guerra "

Como eu faco pra comprar uma capsulas de cianeto de potássio igual essa da foto

Olá anônimo

A venda desse tipo de cápsula é ilegal no Brasil. Não faça besteira com a sua vida, pois você é muito importante para várias pessoas. Eu sei que a vida não é fácil, mas temos que ter coragem para vencer esse monstro que é a depressão.

Eu te aconselho a se apegar no Deus Todo Poderoso nesses momentos de tristeza, pois ele sempre envia um de seus anjos para consolar a nossa alma. Além disso, procure gente que te valorize amado irmão.

Independentemente de sua religião, eu recomendo que você procure uma casa de oração, pois lá você vai ser recebido com carinho pelos irmãos que vão te ajudar nessa luta contra esse monstro.

Nós te amamos e queremos você vivo querido leitor :)

Um forte abraço

Só por curiosidade, é muito difícil ou impossível fabricar isso de maneira caseira ?

Olá anônimo

O processo de fabricação é um pouco complicado para se fazer de forma caseira. Além disso, o processo é bem perigoso devido à toxicidade dos compostos. Por favor, não faça besteira com a própria vida, pois as consequências são bem pesadas, como você deve ter visto no texto acima.

Um abraço

Como faço pra comprar esse comprimido esse cianeto de potássio.

Olá anônimo

Como eu já falei acima, a venda desse tipo de comprimido é ilegal no Brasil. Não faça besteira com a sua vida, pois você é muito importante para várias pessoas. Eu sei que a vida não é fácil, mas temos que ter coragem para vencer esse monstro que é a depressão.

Ande com gente que te valorize amado irmão, não se apegue a coisas fúteis da vida e nem as vaidades que fazem a gente tropeçar. Se esforce para fazer as boas obras, pois toda boa obra que a gente faz sempre volta para nós.

Eu já passei por isso e sei que não é fácil, por isso eu te aconselho a se apegar no Deus Todo Poderoso nesses momentos de tristeza, pois ele sempre envia um de seus anjos para consolar a nossa alma.

Independentemente de sua religião, eu recomendo que você procure uma casa de oração, pois lá você vai ser recebido com carinho pelos irmãos que vão te ajudar nessa luta contra esse monstro.

Nós te amamos e queremos você vivo querido leitor :)

Um forte abraço guerreiro

Os comentários são sempre bem vindos, pois agregam valor ao artigo. Porém, existem algumas regras na Política de Comentários, que devem ser seguidas para o seu comentário não ser excluído:
- Os comentários devem estar relacionados ao assunto do artigo.
- Jamais faça um comentário com linguagem ofensiva ou de baixo calão, que deprecie o artigo exposto ou que ofenda o autor ou algum leitor do blog.
- Não coloque links de sites ou blogs no corpo do texto do comentário. Para isso, assine com seu Nome/URL ou OpenID.
-Não coloque seu email e nem seu telefone no corpo do texto do comentário. Use o nosso formulário de contato.
- Se encontrar algum pequeno erro na postagem, por favor, seja bem declaro no comentário, pois a minha bola de cristal não é muito boa.
- Tem vezes que eu demoro pra responder, mas quase sempre eu respondo.
- Não seja tímido, se você tem alguma duvida ou sabe de algo mais sobre o assunto abordado no artigo, comente e compartilhe conosco :)

Back To Top