História do Gás do Riso – Óxido Nitroso

O óxido nitroso (N2O) também conhecido como gás hilariante ou gás do riso, foi descoberto pelo cientista Inglês Joseph Priestley em 1772, que em um dos seus experimentos estava aquecendo nitrato de amônia em presença de limalha de ferro,e, em seguida passou o gás que saiu (NO) através da água,para remover os subprodutos tóxicos, produzindo assim o óxido nitroso.Sendo a seguinte reação observada

2NO + H2O + Fe → N2O + Fe(OH)2

Sendo que na época, Priestley pensava que o óxido nitroso poderia ser usado como conservante, porém, ele não obteve sucesso em seus testes.
retrato joseph priestley
Retrato de Joseph Priestley
No final do século 18, o aprendiz de cirurgião Humphry Davy foi a Bristol estudar ciências. Em Bristol, ele fez um estudo sobre os gases, onde preparou e inalou óxido nitroso, e em 1800 publicou o resultado do seu estudo na 'Researches, Chemical and Philosophical'. Nesse estudo, Humphry Davy descobriu os efeitos anestésicos do gás nele em outras pessoas. Sendo que depois de ver o efeito “divertido” do gás, o denominou de “Gás Hilariante”.

retrato humphry davy
Retrato de Humphry Davy
Sendo que nos 40 anos que sucederão o estudo de Humphry Davy, o óxido nitroso só foi usado praticamente para lazer e espetáculos públicos, onde as pessoas pagavam para inalar o gás por um minuto, para ficarem rindo e agindo que nem bobas.

Óxido nitroso começa a ser usado como anestésico


Nos anos de 1840, o oxido nitroso começou a ser usado como anestésico em odontologia clinica e medicina. Sendo o pioneiro no uso o estudante de medicina norte americano Gardner Quincy Colton, que abandonou o curso de medicina, para dar uma volta pelo seu país, expondo em exposições o efeito anestésico do óxido nitroso. Em 10 de dezembro de 1844, Colton fez uma demonstração dos efeitos anestésicos do óxido nitroso em Hartford, Connecticut,e nesse dia, um dentista local chamado Horace Wells estava na plateia. 

O Dr. Wells se interessou pela exposição, após ver um voluntario chamado Samuel Cooley, inalando o gás e, ainda sob os efeitos do gás, machucando a perna e não sentindo a dor de sua lesão. No final dessa exposição, Wells aproximou Colton e convidou-o a participar de um experimento no dia seguinte, onde Colton aceitou participar. 
retrato de gardner quincy colton
Retrato de Gardner Quincy Colton

Nesse experimento, Colton administrou óxido nitroso ao Dr. Wells enquanto outro local dentista extraia um dos molares de Wells. O Dr. Wells não sentiu nenhuma dor durante o experimento, assim ele comprovou e sentiu o efeito analgésico do gás. Porém, essa historia não teve um final feliz.

cirurgia sendo feita usando eter como anestesico
Operações cirúrgicas antigas, como esta de 1850,  eram feitas usado éter como anestésico. Sendo isso algo muito perigoso, pois, o éter é altamente explosivo.

O triste fim do Dr.Wells, e o seu reconhecimento


Em janeiro de 1845, Dr. Wells demonstrou sua descoberta dos efeitos do óxido nitroso na Escola de Medicina de Harvard, em Boston. Nessa demonstração, Dr. Wells anestesiou um paciente e um dente foi extraído e, o paciente apenas se queixou de um leve desconforto que ele sentia. Sendo que sem o gás, o paciente iria sentir uma dor insuportável.
retrato horace wells
Retrato de Horace Wells
No entanto, o publico dessa apresentação vaiou Wells e o humilhou, fazendo-o perder sua reputação como uma profissão dentista, e, finalmente, levando-o a se suicidar três anos depois. Mas felizmente,150 anos depois de sua morte prematura, sua descoberta foi aprovada por consultórios dentários em todo o mundo, e hoje Wells é conhecido o descobridor da anestesia. 

Hoje, o óxido nitroso é um anestésico muito conhecido e ainda usado com anestésico por vários dentistas e médicos pelo mundo.

Propriedades e usos do Óxido Nitroso


O óxido nitroso (N2O) é um gás incolor, que tem odor agradável, sabor levemente adocicado, baixo ponto de fusão e ebulição, não inflamável, atóxico e de baixa solubilidade. O óxido nitroso além de ser usado como anestésico, pode também ser usado na indústria automobilística, com a função de melhorar o desempenho do motor. Pois, quando decomposto em nitrogênio e oxigênio, fornece mais oxigênio para combustão.

2N2O(g)→2N2(g)+O2(g)

Sendo que devido essa propriedade de fornecer oxigênio, o óxido nitroso também é utilizado na área da eletrônica, para deposição química em fase gasosa durante o processo de fabricação de semicondutores.

cilindro de oxido nitroso
Cilindro de Óxido Nitroso

Óxido nitroso e o Efeito Estufa


O óxido nitroso é um dos vilões do aquecimento global. Pois, ele é capaz de absorver uma quantidade muito mais elevada de energia, que o próprio CO2. Sendo um grande contribuidor ao aquecimento global.

O óxido nitroso é um subproduto de processos de combustão, tratamento de esgoto e atividades industriais. Sendo também liberado por microrganismos no solo (por um processo denominado nitrificação, que libera igualmente nitrogênio - NO), a liberação de óxido nitroso na atmosfera tem aumentado muito por causa do uso de fertilizantes químicos, com isso, a agricultura é a principal responsável pela emissão desse gás na atmosfera. Sendo responsável por dois terços de toda emissão. 

Além disso, o desmatamento e a queima de combustível fóssil tem sido grandes contribuidores para a geração desse gás.

Referências


Sobre o autor


Pedro Coelho Olá meu nome é Pedro Coelho, eu sou engenheiro químico, engenheiro de segurança no trabalho e técnico em informática, e em parte de minhas horas vagas me dedico a escrever artigos aqui no ENGQUIMICASANTOSSP, para ajudar estudantes de Engenharia Química e outros cursos. Se você acha legal esse projeto, siga-nos através de nossas paginas nas redes sociais e ajude-nos a divulgar essa ideia, compartilhando com seus amigos as nossas postagens.

0 Comentários de "História do Gás do Riso – Óxido Nitroso"

Os comentários são sempre bem vindos, pois agregam valor ao artigo. Porém, existem algumas regras na Política de Comentários, que devem ser seguidas para o seu comentário não ser excluído:
- Os comentários devem estar relacionados ao assunto do artigo.
- Jamais faça um comentário com linguagem ofensiva ou de baixo calão, que deprecie o artigo exposto ou que ofenda o autor ou algum leitor do blog.
- Não coloque links de sites ou blogs no corpo do texto do comentário. Para isso, assine com seu Nome/URL ou OpenID.
-Não coloque seu email e nem seu telefone no corpo do texto do comentário. Use o nosso formulário de contato.
- Se encontrar algum pequeno erro na postagem, por favor, seja bem declaro no comentário, pois a minha bola de cristal não é muito boa.
- Não seja tímido, se você tem alguma duvida ou sabe de algo mais sobre o assunto abordado no artigo, comente e compartilhe conosco :)

Back To Top