O que é Ácido aspártico? – Função, Benefícios, e Alimentos Ricos nesse Aminoácido

A primeira descrição histórica desse aminoácido foi mencionada em 1806, quando os cientistas Louis Nicolas Vauquelin e Pierre Jean Robiquet fizeram a separação deste aminoácido a partir da asparagina em estado cristalino.

No entanto, esse fato caiu em esquecimento por um tempo, mas em 1827, Auguste-Arthur Plisson redescobriu este aminoácido e o denominou de ácido aspártico. Sendo que esse aminoácido foi associado como componente das proteínas apenas em 1875, quando Karl Heinrich Ritthausen o obteve a partir de produtos da hidrolise ácida de proteínas de vegetais,e acabou descobrindo através desse experimento, a estrutura química do ácido aspártico (também conhecido como ácido asparagínico).
estrutura quimica acido aspartico formula
Estrutura química do ácido aspártico

Síntese de Obtenção do Ácido Aspártico


O ácido aspártico é abundante na maior parte das proteínas vegetais e animais. A melhor fonte dele é a asparagina. A síntese de obtenção do ácido aspártico é feita a partir da dissolução da asparagina em acido e, depois se neutraliza a mistura dissolvida até o pH 3,0 com hidróxido de sódio. Após a neutralização, se recupera o ácido aspártico com adição de volumes de álcool etílico, e o cristaliza em água.

O ácido aspártico pode também ser obtido por síntese mediante a reação do anídrico maleico e o amoníaco aquoso em autoclave, a uma elevada temperatura. Os produtos sólidos são tratados com HCl; onde vai ocorrer a separação do cloreto de amônio e a recuperação do ácido aspártico, que depois é recristalizado em etanol.

A Função e os Benefícios do Ácido Aspártico


O ácido aspártico é um aminoácido não essencial que está amplamente distribuído nas proteínas, embora se prove que ele desempenhe um papel importante no ciclo de energia do seu corpo.

Além disso, o ácido aspártico também participa do ciclo da ornitina (ciclo da ureia), nas reações do mecanismo de transaminação, bem como na formação de pirimidinas, purinas, carnosina e anserina.

Na desaminação pelo fígado, esse aminoácido é convertido em ácido oxalacético, que é um composto muito reativo. O ácido oxalacético pronto se converte em hidratos de carbono pelo fígado, que o se usa em processos de desintoxicação.

Este aminoácido também é necessário para dar energia ao cérebro e ajudar na saúde neural. Há algum tempo, o ácido aspártico era considerado muito importante no funcionamento do RNA e do DNA, bem como na produção de imunoglobulina e na síntese de anticorpos.

Além disso, alguns cientistas acreditam que o aspartato (forma iónica do ácido aspártico) ajude seu corpo a promover um metabolismo robusto. De tempos em tempos, algumas pessoas usam esse aminoácido para tratar depressão e fadiga.

O ácido aspártico desempenha um papel fundamental no ciclo do ácido cítrico (também conhecido como ciclo de Krebs), no qual vários outros aminoácidos e compostos bioquímicos são formados.

Basicamente, o ácido aspártico tem a reputação de ser uma substância que é usada para o tratamento de fadiga crônica, e pela função que desempenha na geração de energia celular.

Além disso, esse aminoácido promove o transporte de minerais para as células, que são essenciais para formar RNA e DNA saudáveis, enquanto também fortalece o sistema imunológico, estimulando um aumento na produção de imunoglobulinas e anticorpos.

Se você deseja ter uma mais mente afiada, procure ingerir alimentos com ácido aspártico, pois um dos benefícios dele é ajudar a manter a mente nesse estado, aumentando as concentrações de NADH (Nicotinamida Adenina Dinucleotídeo, tem como função principal produzir energia celular para o organismo) no cérebro.

Por sua vez, acredita-se que isso impulsiona a produção de produtos químicos necessários ao bom funcionamento mental. Finalmente, esse aminoácido é reconhecido como um elemento importante para remover o excesso de toxinas das células, especialmente a amônia, que danifica o fígado, o cérebro e o sistema nervoso humano.

Alimentos Ricos em Ácido Aspártico


O ácido aspártico é um aminoácido não essencial, que nosso próprio corpo é capaz de produzir como suprimento. Além disso, existem alimentos ricos nesse aminoácido, sendo que o ácido aspártico pode ser encontrado em fontes alimentares como carnes (boi, frango, peru, porco), melaço da cana-de-açúcar, ovos, laticínios, farelo de aveia, arroz, amaranto, cevada, milho, e etc.

Além disso, as pessoas que ingerem pouca proteína ou sofrem de distúrbios, podem sofrer com os sintomas causados pela deficiência de ácido aspártico, que é a fadiga extrema ou depressão.

Referências



Sobre o autor


Pedro Coelho Olá meu nome é Pedro Coelho, eu sou engenheiro químico, engenheiro de segurança do trabalho e Green Belt em Lean Six Sigma. Além disso, também sou técnico em informática, e em parte de minhas horas vagas me dedico a escrever artigos aqui no ENGQUIMICASANTOSSP, para ajudar estudantes de Engenharia Química e outros cursos. Se você acha legal esse projeto, siga-nos através de nossas paginas nas redes sociais e ajude-nos a divulgar essa ideia, compartilhando com seus amigos as nossas postagens.

0 Comentários de "O que é Ácido aspártico? – Função, Benefícios, e Alimentos Ricos nesse Aminoácido "

Os comentários são sempre bem vindos, pois agregam valor ao artigo. Porém, existem algumas regras na Política de Comentários, que devem ser seguidas para o seu comentário não ser excluído:
- Os comentários devem estar relacionados ao assunto do artigo.
- Jamais faça um comentário com linguagem ofensiva ou de baixo calão, que deprecie o artigo exposto ou que ofenda o autor ou algum leitor do blog.
- Não coloque links de sites ou blogs no corpo do texto do comentário. Para isso, assine com seu Nome/URL ou OpenID.
-Não coloque seu email e nem seu telefone no corpo do texto do comentário. Use o nosso formulário de contato.
- Se encontrar algum pequeno erro na postagem, por favor, seja bem declaro no comentário, pois a minha bola de cristal não é muito boa.
- Tem vezes que eu demoro pra responder, mas quase sempre eu respondo.
- Não seja tímido, se você tem alguma duvida ou sabe de algo mais sobre o assunto abordado no artigo, comente e compartilhe conosco :)

Back To Top