Produção mais Limpa (P+L)

A Produção mais Limpa (também conhecida como P+L) é a aplicação contínua de uma estratégia ambiental preventiva e integrada que é aplicada a processos, produtos e serviços para aumentar a eficiência geral, reduzindo os custos e os riscos para os seres humanos e o meio ambiente.

produçao mais limpa p+l


Essa estratégia é bem diferente do modelo clássico de “Controle da poluição” que é feito por um sistema de gestão ambiental, pois o controle da poluição tem uma abordagem “pós-evento”, que é “reagir e tratar”, já a produção mais limpa tem uma filosofia verde pró-ativa, que é “antecipar e prevenir”.

Essa filosofia verde vem sendo aplicada aos processos de produção, por meio da conservação de recursos, da eliminação de matérias-primas tóxicas e da redução de resíduos e emissões de poluentes. No entanto, ela também pode ser aplicada durante todo o ciclo de vida de um produto, desde a fase inicial do projeto até a fase de consumo e descarte.

As técnicas para implementar a Produção Mais Limpa incluem melhores práticas de manutenção, otimização de processos, substituição de matérias-primas, novas tecnologias ou novos projetos de produtos. Além disso, a produção mais limpa apresenta outra característica, que é evitar o uso ineficiente de recursos, assim evitando a geração desnecessária de resíduos e obtendo um melhor aproveitamento reduzindo custos com tratamento e descarte.

Consumo de água


A água é um importante recurso para uma indústria, sendo que as taxas de consumo de água podem variar consideravelmente dependendo da escala e da idade da planta, do tipo de processo, do nível de automação e das práticas de limpeza.

Na maior parte do mundo, o custo da água aumenta à medida que o fornecimento de água doce se torna mais escasso e os verdadeiros custos ambientais de seu fornecimento são levados em consideração. A água está, portanto, se tornando uma mercadoria cada vez mais valiosa e o seu uso eficiente está se tornando mais importante.

As estratégias para reduzir o consumo de água podem envolver soluções tecnológicas ou uma atualização nos equipamentos dependendo do processo. No entanto, revisar os procedimentos de limpeza e as práticas de operação podem gerar alguns ganhos mais significativos.

Sendo algumas estratégias abaixo bem úteis para reduzir os custos e o consumo de água:
  • Utilizar técnicas de lavagem a seco para pré-limpar áreas de processo e pisos antes de lavar com água;
  • Usar alta pressão em vez de alto volume para limpeza de superfícies;
  • Construir um sistema de captação de água da chuva, para reaproveitá-la;
  • Utilizar sistemas de transporte de miudezas que evitem ou minimizem o uso de água;
  • Reutilizar águas residuais relativamente limpas de sistemas de refrigeração, bombas de vácuo, etc.

Descarga de efluentes


Em uma indústria, as águas residuais e a matéria orgânica presente nelas podem ser reaproveitadas para produzir biogás através de um Reator UASB, que é um reator que consegue reduzir a concentração de poluentes desse lodo e gerar o gás metano, que pode ser usado para gerar energia.

Além disso, também vale a pena:
  • Reaproveitar materiais sólidos que podem ser aproveitados como subprodutos, ao invés de descartá-los pelo ralo; 
  • Segregar fluxos de efluentes que tenham uma digestão anaeróbica de alta resistência, para geração de metano.

Consumo de energia


A energia é uma área em que a economia substancial pode ser feita quase imediatamente, sem investimento de capital, por meio de simples esforços de manutenção. As economias adicionais podem ser feitas através do uso de equipamentos mais eficientes no uso de energia e sistemas de recuperação de calor.

Algumas estratégias principais estão listadas abaixo:
  • Implementação de programas de desligamento e instalação de sensores para desligar ou apagar luzes e equipamentos quando não estiverem em uso;
  • Melhoria do isolamento em sistemas de aquecimento ou refrigeração e tubagens, etc.;
  • Recuperação de calor residual de efluentes, aberturas, exaustores e compressores;
  • Manter um sistema de ar comprimido sem vazamentos;
  • Usar equipamentos mais eficientes e que consumam menos energia;
  • Melhorar a manutenção para maximizar a eficiência energética dos equipamentos;
  • Manter eficiências de combustão ótimas em caldeiras;
  • Eliminando vazamentos de vapor.
Além de reduzir a demanda energética de uma planta, vale a pena usar fontes renováveis energéticas mais benéficas ao meio ambiente, como algumas citadas na postagem do link abaixo:

https://www.engquimicasantossp.com.br/2016/01/fontes-energia-eletrica-renovaveis-e-nao.html


Implementando a metodologia da Produção mais Limpa


A produção mais limpa é um procedimento sistemático para identificar áreas de consumo ineficiente de recursos e gerenciamento inadequado de resíduos, e para desenvolver opções de produção mais limpas. A metodologia da produção mais limpa consiste basicamente nas seguintes etapas básicas:
  • Planejar e organizar a avaliação da produção mais limpa;
  • Fazer uma pré-avaliação coletando informações qualitativas sobre a organização e suas atividades;
  • Fazer uma avaliação coletando informações quantitativas sobre consumo de recursos e geração de resíduos;
  • Verificar a viabilidade de aplicação da Produção mais Limpa;
  • Implementar a Produção mais Limpa onde for viável;
  • Desenvolver um plano para a continuação dos esforços de Produção mais Limpa.

Referências

  • Cleaner Production: Technologies and Tools for Resource Efficient Production, Lennart Nilsson, Baltic University Press, 2007.
  • Cleaner Production Assessment in Meat Processing, United Nations Environment Programme. Division of Technology, Industry, and Economics, UNEP/Earthprint, 2000.
  • Notas de Controle Ambiental, Profª Eleni Stark, UNISANTA, Santos, São Paulo, 2014.
  • ctue.mam.tubitak.gov.tr (acessado em 04/05/2018 as 23:39)

Sobre o autor


Pedro Coelho Olá meu nome é Pedro Coelho, eu sou engenheiro químico, engenheiro de segurança do trabalho e Green Belt em Lean Six Sigma. Além disso, também sou técnico em informática, e em parte de minhas horas vagas me dedico a escrever artigos aqui no ENGQUIMICASANTOSSP, para ajudar estudantes de Engenharia Química e outros cursos. Se você acha legal esse projeto, siga-nos através de nossas paginas nas redes sociais e ajude-nos a divulgar essa ideia, compartilhando com seus amigos as nossas postagens.

0 Comentários de "Produção mais Limpa (P+L)"

Os comentários são sempre bem vindos, pois agregam valor ao artigo. Porém, existem algumas regras na Política de Comentários, que devem ser seguidas para o seu comentário não ser excluído:
- Os comentários devem estar relacionados ao assunto do artigo.
- Jamais faça um comentário com linguagem ofensiva ou de baixo calão, que deprecie o artigo exposto ou que ofenda o autor ou algum leitor do blog.
- Não coloque links de sites ou blogs no corpo do texto do comentário. Para isso, assine com seu Nome/URL ou OpenID.
-Não coloque seu email e nem seu telefone no corpo do texto do comentário. Use o nosso formulário de contato.
- Se encontrar algum pequeno erro na postagem, por favor, seja bem declaro no comentário, pois a minha bola de cristal não é muito boa.
- Não seja tímido, se você tem alguma duvida ou sabe de algo mais sobre o assunto abordado no artigo, comente e compartilhe conosco :)

Back To Top