-->

Alotropia – Propriedades, Estabilidade e Polimorfismo

A alotropia é o fenômeno pelo qual um mesmo elemento químico pode originar substâncias simples diferentes, sendo essas substâncias chamadas de alótropos ou formas alotrópicas daquele elemento.

A alotropia é utilizada para diferenciar um elemento químico de uma substância simples.

Exemplos de alotropia


Oxigênio e ozônio


oxigenio ozonio  alotropia


Nesse caso acima, vemos que as duas substâncias se diferem quanto à atomicidade (número de átomos na molécula).

Enxofre rômbico, enxofre monoclínico e enxofre amorfo.

enxofre rombico monoclinico amorfo alotropia

Nesse caso acima, os alótropos se diferem de acordo com a grade cristalina (também chamada de estrutura cristalina). Os três têm moléculas S8.

Fósforo branco, fósforo vermelho, fósforo violeta e fósforo negro.

fosforo branco vermelho violeta negro alotropia

A diferença está na atomicidade. Os dois principais alótropos são o branco e o vermelho.

molecula tetraedrica fosforo branco p4
Molécula tetraédrica do fósforo branco (p4)

molecula tetraedrica fosforo vermelho pn
Molécula tetraédrica do fósforo vermelho (Pn)

Grafite e diamante

grafite diamante alotropia

Esses dois alótropos se diferem quanto à grade cristalina, pois no grafite ela tem estrutura hexagonal simples e no diamante ela é hexagonal reversa.

Já em relação ao tipo de ligação, no diamante, cada carbono se liga aos demais por 4 ligações covalentes. No grafite, cada carbono se liga aos demais por 3 ligações covalentes (linhas cheias) e uma ligação do tipo metálico, isto é, por elétrons livres (linha tracejada).

ligaçoes covalente diamante  ligaçao metalica grafite
As 4 ligações covalentes do diamante e as 3 ligações covalentes mais a ligação metálica do grafite.
Isso explica porque o grafite apresenta condutibilidade elétrica e térmica dos metais (embora ela seja por um não metal), enquanto que o diamante é isolante.

reticulo cristalino grafite
Retículo cristalino do grafite
reticulo cristalino diamante
Retículo cristalino do diamante


Propriedades dos alótropos


As formas alotrópicas de um elemento apresentam diferentes propriedades físicas, porém mesmas propriedades químicas. As reações são as mesmas, variando as condições exigidas, por exemplo:

reaçoes quimicas alotropos enxofre

É curioso notar que se fizermos a combustão do grafite ou do diamante obteremos o mesmo e único produto: o gás carbônico.

combustao grafite diamante co2


Estabilidade dos alótropos


A cada dois alótropos sempre existe uma forma estável (mais abundante na natureza) e uma instável (ou metaestável), sendo que a forma instável se transforma na forma estável em um tempo que varia de substância para substância, podendo o mesmo ser maior ou menor. Além disso, pode se “forçar” a transformação da forma estável na instável, fornecendo energia, pois a forma instável tem maior energia interna.

estabilidade alotropos

A forma instável é mais reativa que a forma estável (as mesmas reações ocorrem, mas com mais facilidade). O ozônio, por exemplo, é um oxidante bem mais poderoso que o oxigênio e, por isso, é usado como desinfetante.

O fósforo branco é tão reativo que precisa ser guardado em água, pois se exposto ao ar, ele vai queimando e emitindo uma luz tênue (uma luz fraca). O fósforo vermelho é quase inerte. Nas caixas dos chamados “fósforos de segurança”, o fósforo vermelho, quando atrita com a lixa da caixa, transforma-se em fósforo branco, que queima o palito.


A forma mais estável do carbono tem grade cristalina mais simples e, como vimos, apresenta menor energia interna. Logo, podemos comprová-la na combustão:

combustao diamante grafite

Logo, para a mesma massa C: Q diamante > Qgrafite


Polimorfismo e Alotropia


O polimorfismo na química é o fenômeno pelo qual substâncias compostas diferentes apresentam a mesma composição química, ou seja, a mesma fórmula química, porém as mesmas podem apresentar propriedades físicas diferentes. O polimorfismo corresponde basicamente para os compostos a forma alotrópica para as substâncias simples.

Como por exemplo, temos o carbonato de cálcio (CaCO3), que se apresenta sob duas formas cristalinas, cada uma tomando vários nomes conforme o tamanho e a disposição dos cristais, a água de cristalização, etc.
  • Calcita (hexagonal): espato da Islândia, mármore, cascas dos ovos, ossos.
  • Aragonita (rômbico): corais, conchas de moluscos, etc.
A calcita e a aragonita se diferem também quanto às propriedades físicas, mas não se diferem quanto às propriedades químicas.

Referências

  • Luiz Carlos Roque da Silva; Ruy Lopes Pereira; Victor A.Petrucci - Curso Vestibular - Química e Biologia.
  • Notas de Química Geral, Pedro Coelho, Santos, São Paulo, 2011.

Sobre o autor


Pedro Coelho Olá meu nome é Pedro Coelho, eu sou engenheiro químico, engenheiro de segurança do trabalho e Green Belt em Lean Six Sigma. Além disso, também sou técnico em informática, e em parte de minhas horas vagas me dedico a escrever artigos aqui no ENGQUIMICASANTOSSP, para ajudar estudantes de Engenharia Química e outros cursos. Se você acha legal esse projeto, siga-nos através de nossas paginas nas redes sociais e ajude-nos a divulgar essa ideia, compartilhando com seus amigos as nossas postagens.

1 Comentários de "Alotropia – Propriedades, Estabilidade e Polimorfismo"

Os comentários são sempre bem vindos, pois agregam valor ao artigo. Porém, existem algumas regras na Política de Comentários, que devem ser seguidas para o seu comentário não ser excluído:
- Os comentários devem estar relacionados ao assunto do artigo.
- Jamais faça um comentário com linguagem ofensiva ou de baixo calão, que deprecie o artigo exposto ou que ofenda o autor ou algum leitor do blog.
- Não coloque links de sites ou blogs no corpo do texto do comentário. Para isso, assine com seu Nome/URL ou OpenID.
-Não coloque seu email e nem seu telefone no corpo do texto do comentário. Use o nosso formulário de contato.
- Se encontrar algum pequeno erro na postagem, por favor, seja bem declaro no comentário, pois a minha bola de cristal não é muito boa.
- Tem vezes que eu demoro pra responder, mas quase sempre eu respondo.
- Não seja tímido, se você tem alguma duvida ou sabe de algo mais sobre o assunto abordado no artigo, comente e compartilhe conosco :)

Back To Top