A Planta do Tabaco

A planta do tabaco é muitas vezes chamada pelo nome de seu gênero, Nicotiana. Existem cerca de 60 espécies, sendo a maioria delas, nativas da América tropical. A planta é amplamente cultivada em países como a China, Índia, Brasil, Rússia, Turquia e Estados Unidos, sendo que neste, um terço do tabaco cultivado é exportado.

plantação de tabaco
Plantação de tabaco
Algumas variedades da planta são usadas geralmente para fins ornamentais, sendo que apenas duas espécies, a Nicotiana rustica e a Nicotiana tabacum são usadas no comércio, e no caso da N. rustica, seu cultivo é comercializado apenas em algumas partes da Europa e Ásia.

A N. tabacum, muitas vezes chamado simplesmente de tabaco, é a espécie mais importante. Ela é um tipo de erva que se adapta bem para cultivo em climas subtropicais e temperados em muitas partes do mundo.

A planta do tabaco é anual, e pode crescer até 3 metros de altura. A planta cresce bem em solos leves e arenosos, onde há um bom escoamento de água e uma boa aeração. As folhas da planta do tabaco são grandes e ovais, com extremidades arredondadas ou pontiagudas. As folhas e caules da planta são cobertos com pêlos, sendo que alguns exalam um fluido viscoso. As variedades mais cultivadas têm folhas que variam em comprimento de 50 a 60 centímetros e a largura é aproximadamente a metade de seu comprimento. As flores das plantas, em forma de tubo, têm uma variedade de cor do creme esverdeado ao rosa ou vermelho. As sementes da planta são muito pequenas, e uma planta geralmente produz 200.000 ou mais.

Cerca de 100 variedades de tabaco têm sido desenvolvidas. As variedades são geralmente identificadas de acordo com a forma de como elas são curadas, por exemplo, o tabaco pode ser curado pelo ar, fogo ou até pela combustão de cura. Além desses métodos, em lugares como Turquia, Grécia, Bulgária, Macedônia, Romênia e países mediterrâneos, eles curam o tabaco usando um método que é denominado de sol de cura, em que eles secam o tabaco com a luz do sol, para produzir um cigarro com baixo teor de açúcar e nicotina.

Cultivo do Tabaco


Embora o tabaco seja de origem tropical, ele é cultivado em todo o mundo. O N. tabacum requer um período de 100 a 130 dias a partir da data de transplante até o amadurecimento no campo. N. rústica, que é bastante cultivada em certas partes da Índia e em alguns países da Transcaucásia, amadurece antes da N. tabacum.
folha do tabaco
Folha do tabaco
O requisito primordial para o sucesso no cultivo do tabaco é o bom desenvolvimento de mudas sadias, para o transplante em um tempo adequado. O solo deve ser fértil e com uma boa drenagem, estar em uma área protegida de ventos e deve ter uma boa exposição ao sol, para uma boa lavoura. Além disso, o solo deve ser em geral parcialmente esterilizado por queima, vapor, ou uso de produtos químicos, tais como brometo de metila para o controle de doenças, ervas daninhas, insetos e nematóides (uma classe de vermes parasitas).

Os fertilizantes do plantio de tabaco geralmente são aplicados antes da semeadura a uma taxa de 0,3 a 1 kg por metro quadrado, sendo que antes da aplicação, o solo é preparado de modo que quando a máquina começar a semear uniformemente o solo, as sementes fiquem cobertas pela terra. Após 8 a 10 semanas, as plantas de tabaco têm cerca de 10 a 18 cm de comprimento e estão prontas para serem transplantadas para um campo.

No campo, as máquinas de transplante de tabaco são amplamente utilizadas em algumas áreas, mas a maioria do tabaco existente no mundo é plantada com a mão. Quando o solo está seco, adiciona-se água para aumentar a chance da planta transplantada de sobreviver, sendo que antes da planta ser transplantada, a fumigação do solo deve ser feita, pois dependendo do solo, a presença de nematóides é comum, por isso, a fumigação deve ser feita para ajudar a reduzir os danos causados pela sua atividade parasítica.

As exigências do tipo de solo e de fertilizantes variam muito com o tipo de tabaco que se deseja plantar, sendo que um solo bem drenado com uma boa aeração é algo desejável para o desenvolvimento de todos os tipos. Além disso, o solo deve conter todos os nutrientes necessários para que a planta não desenvolva alguma deficiência durante seu crescimento, e ainda, deve ser preparado e cultivado para controlar ervas daninhas e promover o crescimento rápido e contínuo de tabaco.

Os espaçamentos das plantas no campo variam muito de acordo com o tipo de tabaco, sendo que o espaçamento de alguns tipos pode chegar a ter mais de um metro e meio. As grandes folhas de tabacos que são cultivadas nos Estados Unidos e em muitos outros países são podadas, quando a planta atinge um tamanho desejado, normalmente durante ou logo após a floração, para aumentar o desenvolvimento da folha, proporcionando aumento da produtividade.

Doenças e pragas


As doenças mais comuns são: a podridão negra da raiz, fusariose, infecção pelo vírus mosaico do tabaco, mancha bacteriana, míldio ou mofo azul, Black shank (canela-preta do tabaco), orobanche (também conhecida como broomrape, que é uma planta parasita) e witchweed (também chamada de striga, outra planta parasita). Estas doenças podem ser controladas através de saneamento, rotação de culturas, sprays fumigantes e pela plantação de estirpes resistentes a doenças.

Algumas dessas doenças como a mancha bacteriana, fusariose, Black shank e a podridão negra da raiz, estão atacando menos o tabaco graças ao cruzamento de espécies, que tem tornado a planta mais resistente a essas doenças, sendo algumas das variedades de tabaco com características desejadas para o cruzamento: N. longiflora, N. debney, N. glutinosa, e algumas estirpes da N. tabacum.

As pragas mais comuns de insetos são as larvas do besouro verde, lagartas, besouros saltadores, larvas de mariposa, gafanhotos e pulgões; sendo que os besouros causam danos nas folhas armazenadas, e por vezes no produto fabricado. Essas pragas de insetos podem ser controladas no crescimento da planta através do uso de compostos químicos fumigantes, que são eficazes no controle e na redução do aparecimento dessas pragas.

Colheita do tabaco


O tabaco é colhido de 70 a 130 dias após o transplante, podendo ser colhido por dois métodos, em que o primeiro a planta inteira é cortada e a divisão do caule é pendurada em uma vara de tabaco ou ripa, e o segundo, as folhas são removidas em intervalos de acordo com seu amadurecimento.

As folhas usadas em charutos e os tabacos aromáticos são amarrados usando uma espécie de agulha, e são deixados para serem curadas por um processo de cura por combustão, usando uma corda amarrada a uma ripa ou vara que é pendurada em um galpão de cura, sendo que para evitar fraturas e quebras durante o manuseio na cura, é bom que a folha seja murchada sem o calor da luz do sol. O tabaco deve ser deixado para secar por um período que pode variar de algumas horas até dois dias para murchar.

colheita do tabaco
Colheita do tabaco

Referências


Sobre o autor


Pedro Coelho Olá meu nome é Pedro Coelho, eu sou engenheiro químico, engenheiro de segurança no trabalho e técnico em informática, e em parte de minhas horas vagas me dedico a escrever artigos aqui no ENGQUIMICASANTOSSP, para ajudar estudantes de Engenharia Química e outros cursos. Se você acha legal esse projeto, siga-nos através de nossas paginas nas redes sociais e ajude-nos a divulgar essa ideia, compartilhando com seus amigos as nossas postagens.

Marcadores : curiosidade, glossario
0 Comentários de "A Planta do Tabaco"

Os comentários são sempre bem vindos, pois agregam valor ao artigo. Porém, existem algumas regras na Política de Comentários, que devem ser seguidas para o seu comentário não ser excluído:
- Os comentários devem estar relacionados ao assunto do artigo.
- Jamais faça um comentário com linguagem ofensiva ou de baixo calão, que deprecie o artigo exposto ou que ofenda o autor ou algum leitor do blog.
- Não coloque links de sites ou blogs no corpo do texto do comentário. Para isso, assine com seu Nome/URL ou OpenID.
-Não coloque seu email e nem seu telefone no corpo do texto do comentário. Use o nosso formulário de contato.
- Se encontrar algum pequeno erro na postagem, por favor, seja bem declaro no comentário, pois a minha bola de cristal não é muito boa.
- Não seja tímido, se você tem alguma duvida ou sabe de algo mais sobre o assunto abordado no artigo, comente e compartilhe conosco :)

Back To Top