Reagente de Molisch – Teste para indicar a presença de Carboidratos

Desenvolvido pelo checo-austríaco Dr. Hans Molisch por volta dos anos de 1880, o Reagente de Molisch é uma solução de alfa-naftol (Fórmula Química: C10H8O) em etanol a 95%, que é usado em testes químicos sensíveis para detectar a presença de carboidratos.

Este teste é bem útil para identificar qualquer composto que possa ser desidratado em furfural ou hidroximetilfurfural na presença de ácido sulfúrico concentrado (H2SO4) ou ácido clorídrico concentrado (HCl).

dr. hans molisch  laboratorio
Foto do Dr. Hans Molisch em seu laboratório

Princípio do Teste de Molisch


O Teste de Molisch é um teste geral para todos os carboidratos. Neste teste, os carboidratos quando reagem com ácido sulfúrico concentrado (ou ácido clorídrico concentrado) são desidratados para formar furfural e seus derivados.

Nessas reações, o grupo -OH do açúcar é removido na forma de água e o furfural é formado (reação de topo) a partir de açúcar pentose e o 5-hidroximetilfurfural é formado (reação de fundo) a partir do açúcar hexose; Sendo furfural derivado da desidratação de pentoses e pentosanas, enquanto o hidroximetilfurfural é produzido a partir de hexoses e hexosanas. Os oligossacarídeos e polissacarídeos são hidrolisados para produzir seus monômeros repetidos pelo ácido.

Após a etapa de desidratação, os furfurais reagem com o Reagente de Molisch para produzir um produto de cor púrpura (vermelho violeta).

reagentes teste de molisch laboratorio

Reagentes e o Procedimento para realizar o Teste de Molisch em laboratório


Para realizar um Teste de Molisch experimental em laboratório, você precisa basicamente de:

  • Solução de teste: 5% de glicose, 5% de sacarose, 5% de amido;
  • Reagente de Molisch (5% de naftol em etanol);
  • H2SO4 concentrado ou HCL concentrado;
  • Tubos de ensaio secos;
  • Pipetas.

Depois de adquirir os componentes, você pega 2 tubos de ensaio seco e coloca em um deles 2 ml da solução de teste, e no outro você coloca 2 ml de água destilada; coloque os tubos próximos para poder fazer o controle da reação e repare a mudança de cor durante o teste.

Após ter feito isso, adicione 2-3 gotas do Reagente de Molisch à solução de teste e logo após isso incline o tubo e pipete suavemente – entre 1 a 3 ml – ácido sulfúrico concentrado na lateral do tubo de teste para formar duas camadas distintas. 

Se o teste der positivo você vai ver a mudança de cor na junção das duas camadas e a formação de um produto de cor púrpura na interface destas, indicando a presença de carboidratos.

teste molisch negativo positivo foto image
Um teste negativo (esquerda) e um teste positivo (direita)
O teste funciona em todos os tipos de carboidratos, sendo que os monossacarídeos dão um teste positivo rápido; os dissacarídeos e os polissacarídeos reagem de uma forma mais lenta.

Além disso, esse teste também detecta outros compostos além dos carboidratos (ou seja, glicoproteínas). Um resultado negativo indica a ausência de carboidratos e, se ocorrer o aparecimento de uma cor verde, desconsidere o teste.


Sobre o autor


Pedro Coelho Olá meu nome é Pedro Coelho, eu sou engenheiro químico, engenheiro de segurança do trabalho e Green Belt em Lean Six Sigma. Além disso, também sou técnico em informática, e em parte de minhas horas vagas me dedico a escrever artigos aqui no ENGQUIMICASANTOSSP, para ajudar estudantes de Engenharia Química e outros cursos. Se você acha legal esse projeto, siga-nos através de nossas paginas nas redes sociais e ajude-nos a divulgar essa ideia, compartilhando com seus amigos as nossas postagens.

0 Comentários de "Reagente de Molisch – Teste para indicar a presença de Carboidratos"

Os comentários são sempre bem vindos, pois agregam valor ao artigo. Porém, existem algumas regras na Política de Comentários, que devem ser seguidas para o seu comentário não ser excluído:
- Os comentários devem estar relacionados ao assunto do artigo.
- Jamais faça um comentário com linguagem ofensiva ou de baixo calão, que deprecie o artigo exposto ou que ofenda o autor ou algum leitor do blog.
- Não coloque links de sites ou blogs no corpo do texto do comentário. Para isso, assine com seu Nome/URL ou OpenID.
-Não coloque seu email e nem seu telefone no corpo do texto do comentário. Use o nosso formulário de contato.
- Se encontrar algum pequeno erro na postagem, por favor, seja bem declaro no comentário, pois a minha bola de cristal não é muito boa.
- Não seja tímido, se você tem alguma duvida ou sabe de algo mais sobre o assunto abordado no artigo, comente e compartilhe conosco :)

Back To Top